VIVA O CINEMA MUDO!

Aproveitei que estou de férias e resolvi conferir um dos filmes da 35a. Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Os melhores filmes estão na região da Paulista, mas de vez em quando eles soltam alguns em outros lados da cidade.
Ao passado, eu assisti a um documentário deprimente, “Um Dia a Menos” (Un día menos, 2009), que narra a história de um casal de idosos que mora numa cidade litorânea mexicana (se não me engano, Acapulco mesmo) e passa o ano esperando pela visita dos filhos e netos nos feriados de Natal e Ano Novo.
Este ano, acertei em cheio – ainda mais depois de assistir “Contágio” (“Contagion, 2011), mais um filme-catástrofe sobre uma epidemia – dessa vez, é um vírus mutante de morcego e suíno. Mas isso fica para outra hora.
Acertei ao assistir “Fim de Semana a Beira-mar” (Ni à Vendre, Ni à Louer, 2011)comédia francesa que já virou uma de minhas favoritas, mesmo com alguns personagens que não dizem a que vieram.
A história se passa numa cidadezinha litorânea francesa, onde a maioria acampa em trailers, ou se hospeda num hotelzinho – ou dorme ao relento, como o casal de punks.
De atores “conhecidos” – em outras palavras, que atuam muito no circuito europeu e esporadicamente no hollywoodiano – eu só identifiquei o Dominique Pinon (Le Fabuleux Destin d’Amélie Poulain, 2001Delicatessen, 1991) e a Maria de Medeiros (Henry & June, 1992, Pulp Fiction, 1994).
O legal de assistir a filmes da Mostra no Shopping Morumbi é que, quem frequenta o Shopping Morumbi, não é cinéfilo e portanto jamais assistiria filmes da Mostra. E quem assiste a filmes da Mostra, não frequenta o Shopping Morumbi, o que significa que a sala não tinha nem 30 pessoas. E mesmo assim, uma sem-noção veio sentar ao meu lado, e eu tive que pular poltronas para me instalar “confortavelmente”, já que para filmes da Mostra, não há lugar marcado.
Ano passado, a programação do Cine TAM, no Shopping Morumbi, estava fraca. Mas este ano, melhorou um pouco.

Maria de Medeiros como Anais Nin, em "Henry & June"

Enfim, a história é uma comédia praticamente MUDA. Os franceses sabem como ninguém tirar humor de situações sem se utilizar de diálogos.
O filme começa com um trio musical se apresentando para uma escola. Uma das personagens sai deste trio.
– o casal gordinho, que dirige um micro-carro e aposta corrida com um carrinho de golfe – e têm o “barraco” mais eficiente do pedaço;
– os dois sujeitos que aparentemente estão ali somente para jogar golfe e infernizar a vida alheia;
– a família que se hospeda em dois trailers: marido, mulher e duas filhas;
– um casal de punks sem-teto;
– dois casais “igualmente diferentes” que estão na praia e protagonizam a parte mais bem bolada da trama;
– o dono do supermercado sem produtos e seus filhos;
– um pervertido;
– uma viúva, sua filha e toda a cidade – além dos agentes funerários;
– a família cujo pai é um controlador ao extremo.
Todos estes personagens se cruzam neste fim de semana. Mas NÃO HÁ DIÁLOGOS.
Eu chorei de rir com as situações. Sem que os personagens abram a boca, apenas murmurem, suspirem, resmunguem ou o que quer que seja, uma situação se amarra à outra e é impossível não rir.
Aparentemente, não é um dos favoritos dos críticos lá fora – mas se todo mundo for dar ouvido às críticas, ninguém se diverte né?
Não dá para contar muito porque senão, eu vou contar o filme todo pois é todo montado em cima de gags. Mas fica a dica. Dificilmente este filme irá para as salas de cinema, então, esperem estar disponível no NetMovies, por exemplo.

Segue aqui, o trailer:
 

 

Sobre Anninha

Além de viciada em cultura pop, ainda resolvi bancar a mochileira depois do 40 - e comer pra caramba, já que é para isso que eu treino Crossfit. Divirtam-se!
Esse post foi publicado em Cultura Pop e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s